segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Coisas para não fazer no SÁBADO



Além da happy hour em 28 de maio, que não aconteceu por tribulações pessoais, pensei o projeto Eu Ceramista para registrar meus 30 anos de atividade. Abri o atelier nos terceiros sábados dos meses de abril a outubro para favorecer as habilidades de manusear e criar com a argila. O dia ainda era para trocar conteúdos e tomar um café com comidinhas.
Participaram poucos. Digo que não houve surpresa. Aconteceu o mesmo, quando em 2008, o ICG [Instituto Cultural Germânico] sugeriu oficinas de cerâmica associadas à mostra Corpo de Prova. Se não for desinteresse, presumo que essa nova experiência reforça a hipótese de que cerâmica é uma daquelas coisas para não fazer no sábado.

1 Placas de argila, feitas por Regina Franco, com sílabas relativas aos adjetivos usados pelos participantes para informar sua experiência (a deles!) em relação ao projeto. / 2 Exemplo de adjetivo inserido em porta-chaves de MDF, concedido por Regina Franco a cada participante, em agradecimento por sua adesão ao projeto. Detalhe para a pátina de Therezinha Fernandes. / 3 Com massa cerâmica terracota da PSH, conformação em placa e com tratamento de superfície em esmalte transparente, a escultura de Regina Franco com o formato de uma espiral ascendente concluiu o projeto.